Você está vivendo “Alice”?

Você já pensou: Isso não faz sentido. Como eu cheguei a esse ponto? Para que estou fazendo isso?

Você deve conhecer o famoso diálogo entre Alice e o Gato Cheshire, do clássico Alice no País das Maravilhas. Perdida na floresta, diante de dezenas de placas indicativas para diversos destinos, Alice o encontra e diz:

– Eu só queria saber qual caminho tomar.
– Isso depende para onde quer ir…

 

Este trecho ilustra muito bem uma das maiores armadilhas da vida: a falta de planejamento e consciência nas nossas atitudes. Se você não sabe aonde quer chegar, qualquer caminho serve. Todos irão te levar a algum lugar, mas não necessariamente a um que lhe agrade. Quando isto NÃO é claro, seja qual for a área da sua vida em questão, você caminha, caminha (ou vai sendo levado) e uma hora percebe que se perdeu, mal sabe onde está e muito menos para que está indo naquela direção.

Basicamente, no coaching o planejamento consiste em entender o que você REALMENTE quer alcançar e qual o melhor caminho para chegar lá. Quando há essa consciência, paramos de andar em círculos e passamos a andar em uma linha reta e contínua.

Você conhece alguém que, mesmo bem sucedido na carreira, ainda assim sente um vazio? Você conhece alguém que vive reclamando do relacionamento com o filho, mas nunca tenta nenhuma postura diferente? Você conhece alguém que nunca fica desempregado, mas nunca está satisfeito com o seu trabalho? Você conhece alguém que noivou depois de anos de namoro “porque tinha que ser assim” e hoje mantém um relacionamento infeliz?

Na ânsia de conquistar “coisas” e padrões impostos pela sociedade, esquecemos de nos perguntar o que realmente queremos conquistar, abraçamos a primeira ou a única oportunidade que enxergamos e seguimos. Tempos depois, percebemos que trilhamos um caminho vazio, sem muito sentido.

A melhor notícia é que a vida nos dá a oportunidade de aprendermos e nos reinventarmos. Cada dia é uma nova oportunidade e sempre é tempo de recomeçar e fazer diferente!